INFLUÊNCIA DE FATORES SAZONAIS NA EMERGÊNCIA DE JOÁ-BRAVO

Solanum viarum (joá-bravo) é uma das mais importantes plantas daninhas infestantes de pastagens no Sul do Brasil e EUA. A grande capacidade de produção de sementes é uma das suas principais estratégias de sobrevivência, e o conhecimento das condições fundamentais para germinação e emergência das plântulas é essencial para predição do crescimento populacional e para a elaboração de plano de manejo de suas infestações. Foram conduzidos experimentos em condições de casa de vegetação, onde foi avaliada a emergência de plântulas de S. viarum em diferentes profundidades (0, 1, 2, 3, 4 e 5 cm) em duas épocas de semeadura. Os experimentos foram conduzidos nos meses de setembro de 2008 e novembro 2009. Para o experimento conduzido em set/08 a emergência de S. viarum ocorreu de forma acentuada entre o 13° e 19° DAS (dias após semeadura) e para o experimento conduzido em nov/09 ocorreu de forma mais gradativa entre o 3° e 17° DAS, ocorrendo redução significativa de emergência a zero centímetros de profundidade nos dois experimentos. Esta característica sobre a biologia do joá-bravo é importante em áreas de plantio direto, pois no momento do preparo do solo as sementes não são incorporadas a maiores profundidades do solo, favorecendo sua germinação e propagação da espécie.