AVALIAÇÃO DE EFICIÊNCIA DO HERBICIDA MON 78634 EM PRÉ-PLANTIO E EM PÓS-EMERGÊNCIA, NA CULTURA DA SOJA RR

O Brasil é o segundo maior produtor mundial de soja, alcançando na safra 2007/2008 uma produção em torno de 60 milhões de toneladas. O clima tropical é muito favorável à ocorrência de plantas daninhas que interferem no seu desenvolvimento e na sua produtividade. O glifosato é um herbicida sistêmico, não seletivo, com espectro de ação sobre mais de 150 espécies ocorrentes no Brasil. Novas formulações desse herbicida têm sido avaliadas quanto à sua eficiência no controle das plantas daninhas que ocorrem em pré-plantio e em pós-emergência das plantas daninhas e da cultura da soja RR. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência e seletividade do glifosato na formulação MON 78634, no controle de plantas daninhas em pré-emergência e na operação de pós-plantio, antes da implantação da cultura na soja RR. O experimento foi constituído por nove tratamentos, sendo seis doses de MON 78634 a 0,5; 1,0; 1,5; 0,5+0,5; 1,0+0,5 e 1,5+1,0 kg.ha-1 e Roundup Ready a 2,0 kg.ha-1 e as testemunhas com e sem capina. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados com quatro repetições. Avaliou-se o controle das plantas infestantes e a fitotoxicidade aos 14, 28 e 42 dias após aplicação (DAA) utilizando-se a escala percentual de controle e no final do ciclo, a produtividade da cultura. Com base nos resultados observados, pode-se concluir que as formulações de MON 78634 foram altamente eficientes no controle de Digitaria horizontalis, Cenchrus echinatus e Amaranthus deflexus em todas as doses testadas. Não foi observado nas plantas de soja, nenhum sintoma de fitotoxicidade, nos tratamentos realizados.