ÁREA FOLIAR DE DUAS TREPADEIRAS INFESTANTES DE CANA-DE-AÇÚCAR UTILIZANDO DIMENSÕES LINEARES DE FOLHAS

Esta pesquisa teve como objetivo obter uma equação, por meio de medidas lineares dimensionais das folhas, que permitisse a estimativa da área foliar de Momordica charantia L. e Pyrostegia venusta (Ker.) Miers. Entre maio e dezembro de 2007, foram estudadas as correlações entre a área folia real (Sf) e as medidas dimensionais do limbo foliar, como o comprimento ao longo da nervura principal (C) e a largura máxima (L), perpendicular à nervura principal. Todas as equações, exponenciais geométricas ou lineares simples, permitiram boas estimativas da área foliar. Do ponto de vista prático, sugere-se optar pela equação linear simples envolvendo o produto C x L, considerando-se o coeficiente linear igual a zero. Desse modo, a estimativa da área foliar de Momordica charantia L. pode ser feita pela fórmula Sf = 0,4963 x (C x L) e para Pyrostegia venusta (Ker.) Miers, a estimativa da área foliar pode ser feita pela fórmula Sf = 0,6649 x (C x L).