ESTUDO DE PROSPECÇAO DE BIOTIPOS DE INFESTANTES RESISTENTES A ATRAZINA.

Em campos de milho dos concelhos da Golegä e da Chamusca (Ribatejo), procedeu-se durante 3 anos à prospecçäo de biótipos de infestantes resistentes à atrazina, através de inquéritos efectuados a 34 agricultores da regiäo e do estudo do comportamento da flora potencial dos solos. Nos campos amostrados foram identificadas espécies de Amaranthus, Stellaria media, Digitaria sanguinalis, Urtica urens, Veronica peregrina, Kickxia spuria, Phalaris paradoxa, Poa annua, Ranunculus muricatus e Secaria verticillata Através do teste da fluorescência clorofilina, näo foi confirmada a origem cioroplástica da resistência para nenhuma das espécies.